Vida vegetariana

Por um mundo melhor

Como nascem o(a)s bezerrinho(a)s

leave a comment »

O material abaixo foi retirado do site da ASBIA (Associação Brasileira de Inseminação Artificial – http://www.asbia.org.br/?informacoes/inseminacao_artificial). Em outras seções do mesmo site, você pode acompanhar a “evolução” da inseminação artificial no Brasil. Já não basta mais achar-se no direito de dispor da vida dos animais. Já não basta mais usurpar o leite, que não é feito para alimentar seres humanos, mas bezerros. Agora se tem que desrespeitar a natureza do animal e violar as vacas para que engravidem de acordo com os caprichos dos seres humanos. É isto que você quer consumir?

SEQUÊNCIA DA INSEMINAÇÃO

• Antes de iniciar a inseminação, examine atentamente a ficha do animal, e verifique as últimas ocorrências. Em caso de qualquer anormalidade ou se a vaca pariu há menos de 45 dias, não realize a inseminação.
• Contenha o animal no tronco e faça o exame do muco que deve ser semelhante a clara de ovo. Se o muco apresentar qualquer alteração, a vaca não deve ser inseminada. Todas estas observações devem ser anotadas na ficha do animal e comunicadas ao técnico responsável.
• Coloque sobre uma mesa ou balcão todo o material a ser utilizado.
• Corte uma pequena abertura no saco plástico de bainhas, na extremidade que contém a bucha, exteriorize a ponta de uma bainha por vez. Não retire a bainha até o momento da inseminação.
• Retire e prepare uma luva.
• Separe um pedaço de papel para secagem posterior da palheta.
• O aplicador universal serve tanto para a palheta média quanto para a fina. Verifique se a extremidade está adequada para o tipo de palheta. Retire o êmbolo metálico colocando-o de lado.
• Faça a limpeza do reto da fêmea, e em seguida utilize o papel para limpar a vulva. É muito importante uma cuidadosa higienização da vaca.
• Identifique o sêmen do touro a ser utilizado e abra a tampa do botijão.
• Levante a caneca contendo o sêmen até no máximo 5 cm abaixo da boca do botijão. Retire a dose de sêmen com o auxílio de uma pinça. Não ultrapasse 5 segundos para este procedimento. Em caso de dificuldade para retirar o sêmen, abaixe a caneca por alguns segundos e faça uma nova tentativa.
• Em seguida mergulhe a palheta com a extremidade da bucha voltada para baixo, em água a temperatura entre 35 e 37° C por 30 segundos. È importante cumprir à risca estas recomendações.
• Com a utilização do termômetro, verifique constantemente a temperatura da água para que não ultrapasse os limites especificados acima. Pode-se também utilizar um descongelador eletrônico que mantém a temperatura da água constante.
• Atenção: O sêmen nunca deve ser recongelado.
• Depois de descongelada, enxugue a palheta com papel toalha ou higiênico e corte a extremidade oposta a da bucha. Se for palheta média faça o corte em forma de bisel e se for palheta fina corte reto para evitar o refluxo do sêmen.
• Encaixe a extremidade cortada da palheta na bucha da bainha.
• Introduza o aplicador na bainha empurrando a palheta até a ponta. Fixe a bainha no aplicador através do anel plástico. Encaixe o êmbolo metálico vagarosamente até encostar na bucha da palheta.
• Vista a luva e com o aplicador montado dirija-se até a vaca.
• Tome muito cuidado com a higiene durante estes procedimentos. Os materiais não devem encostar nas instalações, roupas, animais e outros fômites que podem contaminar o sêmen.
• Abra a vulva da vaca e insira o aplicador na vagina, de baixo para cima.
• Introduza delicadamente a mão que está livre no reto do animal envolvendo e fixando a cervix. Oriente a introdução do aplicador até a entrada da cervix.
• Faça movimentos com a mão que está fixando a cervix até a passagem completa do aplicador pelos anéis.
• Deposite o sêmen após o último anel pressionando lentamente o êmbolo do aplicador.
• Retire o aplicador e o braço e faça uma leve massagem no clitóris da vaca.
• Retire a bainha descartável, envolvendo-a com o verso da luva e jogue-as no lixo.
• Periodicamente faça uma limpeza do aplicador universal com álcool.
• Em seguida anote todos os dados da inseminação na ficha do animal (Data da inseminação, período, nome do touro, nome do inseminador, etc)

Anúncios

Written by candeeiroverde

25 de fevereiro de 2010 às 11:14 am

Publicado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: